Não compreendo como querer o outro possa tornar-se mais forte do que querer a si próprio.? Caio Fernando Abreu
Textos



Não sei onde vou guardar tanto fascínio
Se n'alma, em um casulo ou coração
Penso-te distante do meu domínio
Coração fica doido de paixão

Coração questiona se me queres
Com a mesma intensidade do meu
Se acaso, alguma certeza me deres
Vou levitar como nuvem no céu

São tantas incertezas infundadas
Advindas do meu bobo coração
Da mente oca, dúvida cultivada

Que interfere no aconchego amoroso
impõe sobre mim esse caminhar
Nessa estrada de trilho doloroso.
dinapoetisadapaz
Enviado por dinapoetisadapaz em 17/02/2021
Alterado em 17/02/2021


Comentários


Imagem de cabeçalho: inoc/flickr