Não compreendo como querer o outro possa tornar-se mais forte do que querer a si próprio.? Caio Fernando Abreu
Textos


 
Rasgou as malhas, perdeu todo recato
Deixou-me apenas as vivas lembranças
Oh! Que sentimento cruel, tão ingrato
Quando o amor se vai, deixa tal herança

Quisera ser mulher insidiosa
Não sentir o sangrar do coração
Esquecer a dor sendo bem vaidosa
Resistir  ao desejo e emoção

O coração triste perde vigor
Das tantas desilusões amorosas
Sofre, chora, murcha como uma  flor

Não consegue superar desafeto
Alma assim ferida,  silenciosa.
Vive, clama por um amor concreto.
dinapoetisadapaz
Enviado por dinapoetisadapaz em 30/01/2021


Comentários


Imagem de cabeçalho: inoc/flickr