Não compreendo como querer o outro possa tornar-se mais forte do que querer a si próprio.? Caio Fernando Abreu
Textos

 


Vida passa veloz
Veloz como vento
Vento traz, vento leva
Leva nas suas asas

Asas suportam peso
Peso dos nossos fardos
Fardos que criamos
Criamos durante o viver

Viver e seus desvios
Desvios, retas e curva
Curvas, delas desvio
Desvio, prefiro retas

Retas que me levam
Levam a bom destino
Destino que seja feliz
Felize quero estar

Estar sempre atenta
Atenta a velocidade
Velocidade do tempo
Tempo que engole a vida.

 
Estilo Experimental criado pela Escritorae poetisa Sys

 
dinapoetisadapaz
Enviado por dinapoetisadapaz em 28/01/2021
Alterado em 28/01/2021


Comentários


Imagem de cabeçalho: inoc/flickr