Não compreendo como querer o outro possa tornar-se mais forte do que querer a si próprio.? Caio Fernando Abreu
Textos



Ele, desses que desperta insanos desejos
Arde-me o corpo, sou toda uma incandescência
O doce calor que exala dos seus bafejos
Que chegam ao ouvido com forte fluência.

Fico a suspirar se instiga minha carência
Sua presença pro o coração é festejo
Ainda é pouco para suprir sua ausência
Meus ímpetos bailam, explodem de desejo

Meu instinto malvado sempre perdura
Atente para a execução, vou sem demora
O seu áspero coração aquebrantar

Coração da mulher é bem astucioso
Quando rejeitado perde o jeito manhoso
Reage, e o seu intento é lutar e ganhar.
dinapoetisadapaz
Enviado por dinapoetisadapaz em 09/01/2021


Comentários


Imagem de cabeçalho: inoc/flickr