Não compreendo como querer o outro possa tornar-se mais forte do que querer a si próprio.? Caio Fernando Abreu
Textos


Foste o único dos amores,
louco e desmedido amor
adentrou nas minhas entranhas,
revirou meu coração
roubou-me de mim,

Foi tanta a felicidade que
a minha ingenuidade
acreditava em amor verdadeiro,
porém desconhecia obstáculos,
estes que aos poucos comandou
seu covarde coração...

Como chuva fininha,
assim foi seu proceder,
devagar, esfriando o tempo,
jogando água na sua febre
de amor, até o ultimato.

Com o coração indisponível
amar outra vez,não consegui,
você sempre presente em meu coração,
o tempo conspirando a favor,
até que nos reencontramos,
o novo contexto
afetou em cheio meus brios,

Foi tudo diferente e sem gosto!
Meu coração estava completamente
enganado, recusou as migalhas.
E então, de bandeja
lhe entreguei ao ostracismo.
dinapoetisadapaz
Enviado por dinapoetisadapaz em 27/09/2018


Comentários


Imagem de cabeçalho: inoc/flickr