Não compreendo como querer o outro possa tornar-se mais forte do que querer a si próprio.? Caio Fernando Abreu
Textos

Acróstico dedicado ao amigo poeta Antenor Rosalino
Acróstico dedicado ao amigo poeta Antenor Rosalino

A migo e sempre atencioso
N ao sei muito sobre você, sei apenas que...
T ens o excelso dom da palavra,
E verdadeiramente encanta-nos.
N os versos derrama sua verve
O s seus devaneios escorrem pelos dedos
R ecriando, e literalmente enriquecendo-nos!


R asga o verbo, alma e o coração
O h!Meu estimado amigo
S alve, salve as sensórias confissões
A sensibilidade é sua marca, e a divina
L uz que ilumina e lhe traz inspiração, e que
I nunda o seu  poético  céu de poesias .  
N  Ada lhe causa tanto prazer como escrever e
O esbanjamento de emoções que borda a folha branca

dinapoetisadapaz

Caríssimo  Escritor e poeta Antenor, imensamente  grata por tão belo mimo. Guardarei com carinho tão valioso presente! Que Deus nos abençoe nossa amizade amigo! Fraterno abraço!
Fraterno abraço em seu áureo coração!                        

Acróstico em retribuição e agradecimento
à amiga Diná Fernandes:

        Diamantinos e exuberantes são os versos
        Irretocáveis da Poetisa da Paz, Diná Fernandes.
        Nas suas vísceras feitas de amor e poesia perscruta-se
        Alvissareiro porvir de singelezas inebriantes que falam ao coração!

        Fecunda inteligência norteia os seus passos
        E a eleva ao esplendor do ápice que
        Rebusca no raiar do sol de cada dia
        Novas inspirações e sentimentos líricos,
        Aspergindo um reflorir de encantamentos,
        Naturalmente emanados com os seus predicados que a
        Divinizam merecidamente e sempre mais!
        Em momentos de cálida ternura, absorvo as entrelinhas que
        Seu engenho poético galhardamente irradia.



      Autoria: Antenor Rosalino e Diná Fernandes
dinapoetisadapaz
Enviado por dinapoetisadapaz em 17/07/2013
Alterado em 21/07/2013


Comentários


Imagem de cabeçalho: inoc/flickr