Não compreendo como querer o outro possa tornar-se mais forte do que querer a si próprio.? Caio Fernando Abreu
Textos


Relato de um castigo que valeu à pena

Um dia fui castigada na escola,
só por causa do “PORQUE”.
Hoje lembrei aquele cruel
momento, seis lapadas na
palma da mão, e um rio de
lágrimas escorrendo na face.,
além de ter que escrever cinqüenta
vezes, o que agora transcrevo.

‘’POR QUE’’ separado,
Sendo o “POR” preposição,
O pronome relativo ‘’QUE’’,
denota interrogação.
Por Que pensar assim?

‘’PORQUÊ ‘’, escrito assim ligado,
é então substantivo, acentuado
e precedido de um artigo.
Questiona razão ou motivo.
Não entendo ‘’ o porquê de tal decisão’’

PORQUE não acentuado,
passa a ser conjunção.
Era ai que eu me perdia
entre as três conjunções.
A causual ‘’visto que’’ ‘’uma vez que’’
“Comprei este ‘‘porque gostei mais”
A explicativa: Chegue cedo, “porque” preciso sair.
Finalidade: Não chore,” porque" nada grave aconteceu.
"POIS", ‘’VISTO QUE’’, ‘’UMA VEZ QUE’’
fala-se de razão, ou motivo

Era assim no meu tempo de escola!
E se fosse hoje, o que seria do Mestre?

Diná Fernandes

dinapoetisadapaz
Enviado por dinapoetisadapaz em 29/10/2010
Alterado em 29/10/2010


Comentários


Imagem de cabeçalho: inoc/flickr