Não compreendo como querer o outro possa tornar-se mais forte do que querer a si próprio.? Caio Fernando Abreu
Textos


Foste o único dos amores,
louco e desmedido amor
adentrou nas minhas entranhas,
revirou meu coração
roubou-me de mim,

Foi tanta a felicidade que
a minha ingenuidade
acreditava em amor verdadeiro,
porém desconhecia obstáculos,
estes que aos poucos comandou
seu covarde coração...

Como chuva fininha,
assim foi seu proceder,
devagar, esfriando o tempo,
jogando água na sua febre
de amor, até o ultimato.

Com o coração indisponível
amar outra vez,não consegui,
você sempre presente em meu coração,
o tempo conspirando a favor,
até que nos reencontramos,
o novo contexto
afetou em cheio meus brios,

Foi tudo diferente e sem gosto!
Meu coração estava completamente
enganado, recusou as migalhas.
E então, de bandeja
lhe entreguei ao ostracismo.
dinapoetisadapaz
Enviado por dinapoetisadapaz em 27/09/2018
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários


Imagem de cabeçalho: inoc/flickr