Não compreendo como querer o outro possa tornar-se mais forte do que querer a si próprio.? Caio Fernando Abreu
Textos



Se me queres, queira-me sim
Independente d’alguma beleza,
Queira-me pela minha pureza
Pois beleza tem seu tempo e fim.

Tenho em mim a nobreza
Habita em mim, um jardim
Chamado ternura e singeleza
Minh ’alma tem textura de cetim

Grandeza me refiro à profundeza
Da arte de admirar, e por fim
Entender que sou toda delicadeza
Não esqueça, registre em seu folhetim

Veja-me com olhos da grandeza
Um ser bondoso como anjo serafim
Tenho na mente a suprema clareza
Que nosso amor nunca terá fim
dinapoetisadapaz
Enviado por dinapoetisadapaz em 20/03/2018
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários


Imagem de cabeçalho: raneko/flickr