Não compreendo como querer o outro possa tornar-se mais forte do que querer a si próprio.? Caio Fernando Abreu
Textos



Minha maior alegria;
sua presença
adocicando meus dias.
Meu doce amor!

Quando lhe vi distante
retraída fiquei
senti o coração acidulado,
Corroído pela dor!

O amor voou,
como pássaro canoro
afinou a garganta
foi afagar outro coração.

Agora, estou primavera,
deixo-me levar pelos ventos,
vestido de chita
cabelos esvoaçados,
vou colorindo a vida
esbanjando alegria!

Show tristeza!
dinapoetisadapaz
Enviado por dinapoetisadapaz em 09/09/2017
Alterado em 10/09/2017
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários


Imagem de cabeçalho: raneko/flickr