Não compreendo como querer o outro possa tornar-se mais forte do que querer a si próprio.? Caio Fernando Abreu
Textos












Muitos livros já comprei
Na  estante muitos tem
Muitos li, outros manuseei
Aqueles  que não me convém
 
Às  Bibliotecas vou presentear
E peço às senhoras Mestras
Ao estudante queira apresentar
Todas as preciosas Obras
 
Com todos muito aprendi
Mas ainda não escrevi
Um poema eloquente
Para ser lido vorazmente
 
A leitura é coisa divina
Abre as janelas da mente
Mas o livro não ensina
Poetar assim de repente
 
Para escrever boa poesia
Tem que ter o dom da palavra
Ter na mente ideologia
E esmero no produto da lavra


assinatura_2%2B%25281%2529.gif
dinapoetisadapaz
Enviado por dinapoetisadapaz em 09/07/2017
Alterado em 12/07/2017
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários


Imagem de cabeçalho: raneko/flickr