Não compreendo como querer o outro possa tornar-se mais forte do que querer a si próprio.? Caio Fernando Abreu
Textos


 

Se estou com você sinto como se o mundo fosse só meu, o conforto do seu colo produz em mim um intrépido vigor. És meu porto seguro, o véu invisível que me protege.
Se pretendes ver-me longe, nem pense; vou defender meu direito de dependente dos bons e felizes momentos, esses que vivemos, sem eles serei um esqueleto vivo no tempo. Compreendo que ninguém é dono de ninguém, porém entre nós existe um nó, e você colocou-me dentro dele, um nó onde meus quereres de certo querem sentir bem de perto, os seus quereres.
Por hoje é só, pensei, revirei o ego, engoli em seco, com os verbetes escondidos tenho que recolher meu instrumento de escrevente... restou um oco no cerebelo, você ficou!
dinapoetisadapaz
Enviado por dinapoetisadapaz em 31/03/2017
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários


Imagem de cabeçalho: inoc/flickr