Não compreendo como querer o outro possa tornar-se mais forte do que querer a si próprio.? Caio Fernando Abreu
Textos


















 
Tento constantemente
libertar meu coração
do inconversível amor por você...!
 
Ó coração, apieda-te do meu ser.
Rasga o véu que veda meu olhar
Que impede  um novo investimento...!
 
Conheço a tua amorosidade,
E a saudade do tempo glamoroso.
Mas, é hora do adeus definitivo...!
 
Coração, não seja bobo,
Preciso que esqueça as  ponderações
Prepara-te para novas investidas...!
 
Esqueça a recidiva
que abre a ferida e retorce suas fibras.
Sorria, deixe a tristeza faminta...!
dinapoetisadapaz
Enviado por dinapoetisadapaz em 17/09/2016
Alterado em 07/08/2017
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários


Imagem de cabeçalho: raneko/flickr