Não compreendo como querer o outro possa tornar-se mais forte do que querer a si próprio.? Caio Fernando Abreu
Textos


As tantas dores de amor
Os tantos prantos derramados
Ao coração causou tanta dor
Foi um sofrer moldado...

Para que, não fosse percebido
Digeri todo meu dissabor
Com o coração ressequido
Amargando desilusão e desamor

Tentativas de reconciliação
Não renderam bom resultado
Ventos opostos varreram a paixão
Mas o coração sofre desconsolado

Antes tão amoroso e solícito.
São as artimanhas do amor
O dual, nele está implícito
Encanta e causa tanta dor...!

Quisera em seu coração adentrar
E seus desejos secretos descobrir
E, da ilusão de querer-te acordar
E de amor por você não sucumbir
dinapoetisadapaz
Enviado por dinapoetisadapaz em 07/08/2016
Alterado em 31/01/2018
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários


Imagem de cabeçalho: raneko/flickr