Não compreendo como querer o outro possa tornar-se mais forte do que querer a si próprio.? Caio Fernando Abreu
Textos


"Preconceito"

"Preconceito", palavra ríspida e sem berço
gerada no útero do mundo da desigualdade,
desconhece o amor, traz infortúnios
para àqueles que pagam o alto preço
da discriminação.

Idéias frias açoitam os abastados,
entre as barreiras do orgulho rompe-se a ponte
da fraternidade, fortalecendo a ganância.
Sofremos todos com o grito preso na garganta!

Penso, reflito
e questiono...
estes seres chamados de “humanos”,
que obrigatoriamente,
terão que colocar seus braços sobre os joelhos
como qualquer outro ser, não se rende
a igualdade?
-ou faz diferente?

Infeliz é aquele que pactua
com as injustiças sociais, sequer, imagina-se
sofrendo os mesmos constrangimentos.

-É quando o espírito não mais suportar
as tormentas, que seus infortúnios também
surgirá, a jornada é longa e vigiada!
nada ficará impune aos olhos do Criador!

Diná Fernandes

dinapoetisadapaz
Enviado por dinapoetisadapaz em 02/03/2010
Alterado em 02/03/2010
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários


Imagem de cabeçalho: inoc/flickr